Home‎ > ‎Projetos‎ > ‎

Contas para Preces Helênicas

(por Drew Campbell, traduzido 
pela Alexandra)

Usei doze pequenas contas para simbolizar os doze Olimpianos, mas qualquer número que se relaciona com a deidade em questão funcionaria (por exemplo, seis para Ártemis, sete para Apolo, e assim vai).
Como Usar:
As preces podem ser ditas verbalmente ou mentalmente, dependendo do seu nível de conforto com a prece verbal e o ambiente que o cerca.
Segure a pequena conta de uma das pontas do conjunto entre os dedos e diga a prece de abertura. Depois mova o dedo até a conta maior e diga a prece para aquela conta. Passe pelas contas menores e repita a prece apropriada uma vez para cada uma. Depois vá até a conta grande de novo e repita a prece.
Finalmente, chegue na outra ponta e diga a prece de encerramento. Repita o ciclo como desejar.
Prece de Abertura:
Eu canto a Zeus, o mais nobre e maior dos deuses!
Seja gracioso, filho todo-sábio de Cronos, o mais excelente e grandioso.
[Trecho do Hino Homérico XXIII]
Conta Maior:
Muito honrado e indestrutível Zeus, coloco diante de Ti esta prece.
Ouça-me, ó multi-facetado, e conceda-me uma saúde imaculada, a paz divina, e riquezas e glórias sem culpa. [Trecho de Hino Órfico a Zeus]
Contas Menores:
Zeus foi o primeiro, Zeus será o último, o senhor dos relâmpagos.
Zeus é a cabeça, Zeus é o centro, todas as coisas vêm de Zeus. [Trecho de Porfírio citando Orfeu]
Prece de Encerramento:
Gentil Zeus, que fez nascer e deu a vida aos mortais, Tu possuis as chaves da alegria e da tristeza também. Então, ó puro e abençoado, mande as preocupações dolorosas embora. E traga a glória, a doçura, e um nobre fim à vida. [Trecho de Hino Órfico ao Daimon]

***

Outro exemplo de preces para as contas (Prayer Beads):

Você pode fazer três contas das maiores e sete das menores e dizer:
Aos Destinos/Moiras:
1. Em nome de Cloto, eu procuro o fio que gira no tear de meu verdadeiro caminho.
2. Em nome de Laquesis, eu teço minha vida com os fios daqueles que amo.
3. Em nome de Atropos, eu entro em paz com a lâmina do meu destino final.
Aos Deuses Celestiais:
1. Pelo sopro de Bóreas, o Vento Norte, eu canto pela coragem contra a tempestade.
2. Pelo sopro de Zéfiro, o Vento Oeste, eu canto pelo consolo contra a tristeza.
3. Pelo sopro de Notus, o Vento Sul, eu canto pela alegria e poderosa ascensão.
4. Pelo sopro de Eurus, o Vento Leste, eu canto pela clareza no rosto da confusão.
5. Pelos raios de Hélio, o Sol, eu canto pela visão na distância sobre o mundo que gira.
6. Pelo brilho de Selene, a Lua, eu canto pela iluminação na escuridão.
7. Pelo nascer de Eos, a Aurora, eu canto por cada novo amanhecer.
Comments