Home‎ > ‎Ortopraxia‎ > ‎

Expressões do dia-a-dia

Vamos começar a evitar expressões que não são de nossa crença e substituir por outras que se adequem à nossa religião? Por exemplo, diga "Por Zeus!" ou "Pelas barbas de Poseidon!" ou "Héracles!" quando se chocar com alguma coisa. Quando lhe perguntarem se entendeu algo que lhe esclareceram, você pode responder "claro como um raio de Zeus!". Se alguém enfrentou muita coisa para chegar em algum lugar, diga que ele fez uma verdadeira "odisséia". Se você acordou com um cabelo todo zoado, diga que está com o "cabelo de Górgona/Medusa". Se alguém espirrar, fale "Zeus te crie!". Se você se aborrecer, diga "ai, Zeus...". Alguém vai sair, diga "vá com Zeus, que Hermes te conduza em teus caminhos". Você vai sair, diga "fiquem com os deuses".

Há dezenas de expressões que usamos que vieram da mitologia grega, como quando falamos do "calcanhar de Aquiles" (ponto vulnerável) de alguém, quando dizemos que fulano "vai comer meu fígado" (referência a Prometeu), quando falamos que alguém foi "flechado pelo Cupido" (Eros), o famoso vírus "cavalo de Tróia" que é um "presente de grego" (que se revela algo ruim mais tarde), o "ande sem olhar para trás" (referência a Orfeu e Eurídice), o "pomo da discórdia" (Éris), o "voto de Minerva" (Atena auxiliando Orestes), o "arco-íris" (deusa Íris), os "12 trabalhos" (Hércules), um porre "Homérico" (enorme), um verdadeiro "enigma da Esfinge" (Édipo), "ela é a minha Musa inspiradora", "a esperança é a última que morre" (caisa de Pandora), "não dá para agradar a gregos e troianos" (guerra de Tróia), "quero encontrar minha [cara-]metade" (as almas gêmeas de Platão), "isto está um manjar dos deuses" (ambrosia), "fulano/a ficou com a vida por um fio" (as Moiras), "amor platônico", entre tantas outras...

Comments