Home‎ > ‎Hinário‎ > ‎

Têmis

Hino Órfico 79, com fumigação de olíbano:
Ilustre Têmis, de nascimento celestial, a ti eu invoco, jovem florescer da terra;
Toda-bela virgem, foi apenas de ti que primeiramente os oráculos proféticos foram conhecidos aos homens,
Vindos dos profundos recessos do templo da sagrada Pytho, onde renomada tu reinas;
De ti, os oráculos de Apolo se erguem, e de teu poder a inspiração flui dele.
Honrada por todos, de forma divinamente brilhante, majestosa virgem, que perambula pela noite:
Foi de ti que a humanidade aprendeu os ritos iniciais, e com os coros noturnos de Baco tua alma se delicia;
Pois a honra sagrada da revelação é tua, e os sagrados mistérios e ritos divinos.
Esteja presente, Deusa, inclina-te às minhas preces, e abençoa tuas consagrações com uma mente favorável.

(tradução do inglês por Alexandra)

Hino Órfico 79: Themis (
Fumigação: olíbano)
A pura criança do céu invoco, Têmis de um bom pai,
rebento da Terra [Gaia], donzela de rósea tez,
a primeira a ensinar aos mortais pura profecia
em Délfico recesso, ministrando oráculos de Deuses
no solo Pítio onde governava Píton.
A Febo soberano ensinaste as leis,
Deusa de todas as honras e esplêndida forma, veneranda notívaga,
foste a primeira a revelar os ritos sagrados aos mortais,
Soberana a bradar Baqueus pela noite,
De ti vem honras dos venturosos e puros mistérios.
Vamos, venturosa, peço-te, venhas alegre com benévolo desígnio,
aos consagrados ritos de teu mistério, donzela!
(Tradução de Rafael Brunhara)
Comments