Home‎ > ‎Hinário‎ > ‎

Agathos Daimon_

"Agathos Daimon, tu sentas no canto de meu lar,
na sombra fria da minha despensa,
como escapaste do calor insuportável
do impiedoso sol do Egito.
Tua presença é uma bênção,
trazendo promessas de segurança e crescimento.
Tu não te importas com os hinos de longas folhas, plenos de louvores vãos
e com os templos imponentes de estátuas douradas
e com os sacerdotes que queimam custosos incensos em seu altar.
Tu estás bastante contente com a tigela humilde de leite que verto a ti a cada manhã
e os bolos de mel deixados em teu canto sagrado na lua nova.
Na maioria das vezes, tu desejas um lugar silencioso para dormir
e ser deixado sozinho enquanto cuidas de teus negócios serpentinos.
E por isso és generoso além da medida,
mantendo meu lar seguro, minha família saudável, e meus armários bem abastecidos.
Não é de se surpreender que os homens te chamem de bom espírito,
pois quem mais entre os abençoados imortais é mais gentil com os mortais do que tu?"

(do Sannion, traduzido por Alexandra Nikaios)

---

Agathos Daimon, serpentino espírito alojado em minha despensa,
A quem ofereço parte do que como e a quem verto libações após o início da lua nova;
Companheiro constante, que me guarda a alma por todo o meu dia,
És generoso com meu lar e minha família, e abasteces onde guardo meus haveres.
Porque és 'agathos', porque és bom, e refletes a bondade que devo espelhar em minha vida,
Conceda-me a continuidade de nossa amizade e mantém a prosperidade em meu lar.
Que não nos falte alimento, físico e espiritual, e que eu sempre tenha o que compartilhar contigo e com os meus.
Aquece nosso estômago e nosso coração, e, junto a Héstia, promova a união de nossa família em torno da mesa.
E que tenhamos saúde e disposição para andar sempre junto a ti.

(Alexandra Nikaios)

Comments