Home‎ > ‎Festivais‎ > ‎

Gamelion (Dystros)

LÉNAIA (Λήναια): Festival que celebra Dionísio, deus do vinho e da fertilidade. Embora o festival não seja bem compreendido, ele provavelmente é realizado para trazer a fertilidade e a primavera. Há uma procissão, durante a qual o Daidykhos (carregador da tocha) diz: "Invoque-se o Deus" e os celebrantes respondem: "Filho de Sêmele, Iaco, Fornecedor de Prosperidade!". Há também competições de drama (teatro), canção (música) e poesia. O Lenaia mais provavelmente tem esse nome por causa das Lenai, que eram Mênades (mulheres participantes nos ritos orgiásticos dionisíacos). À meia-noite, vestidas e portando os thyrsos (cajado), castanholas, tamborins, flautas e tochas, elas começavam uma dança extasiante que durava a noite inteira, em frente a uma imagem de Dionísio com uma coroa de flores. Esse ídolo é um poste simples, vestido em túnica de homem, com ramos de flores como se fossem braços levantados, e com uma máscara barbada de Dionísio. Diante dele ficava uma mesa com dois stamnoi (jarros, moringas) de vinho e um kantharos (cálice) entre eles; dos stamnoi as dançarinas bebiam o inebriante vinho.

Como celebrar hoje: coma, beba e se divirta. Assista ou represente peças de teatro ou outro tipo de performance de palco. Recite os hinos órfico 30 e 45, os homéricos I, VII e XXVI ou hinos modernos a Dionísio. É também um bom momento para um rito noturno de dança, restrito, apenas com mulheres.
Exemplo de altar para a Lenaia: fotos da Sarah.


THEOGAMÍA (θεογαμία) / GAMELIA - Gamelion era chamado o "Mês do Matrimônio", e era um tempo popular para casamentos. O Gamelia (banquete de casamento) ou Theogamia (casamento dos deuses), no fim do mês, é uma celebração do Hieros Gamos (Sagrado Matrimônio) de Zeus e Hera, e é considerado um presságio de primavera e novos começos. Os gregos ofereciam a Hera figos cobertos de mel e guirlandas de ouro, invocando suas bênçãos durante os casamentos feitos neste dia.

Como celebrar hoje: Após colocar roupas limpas e coroa de folhas ou flores ou ramos na cabeça e fazer o ritual básico de purificação do temenos (espaço sagrado) com o fogo de Héstia etc, com uma ou ambas palmas das mãos erguidas ao céu (por Zeus e Hera serem olimpianos) ou na direção do seu altar, recite: “Zeus e Hera, Rei e Rainha dos Deuses Imortais, venho celebrar o vosso sagrado matrimônio. Contam os poetas que Zeus uma vez viu a jovem Hera e quis estar com ela. Ele então causou uma tempestade que fez Hera escalar uma montanha procurando por abrigo. Zeus se transformou em um cuco e o pássaro encharcado pousou no colo da deusa. Ela o abrigou em seu manto. Então, Zeus se transformou de volta à sua forma e a seduziu. Ela resistiu até que ele prometesse se casar com ela. A celebração de suas bodas foi uma festa sem comparação, que levou 300 anos. Tal casamento é um símbolo para todos os humanos, e honramos vocês neste dia, o aniversário de seu casamento. Pedimos que abençoem nossos relacionamentos e famílias sempre, que sejam eles harmoniosos e nos dêem uma grande alegria.” Jogue então um pouco de cevada no altar e nas flores e ofertas que tiver preparado. Acenda o incenso ou jogue as ofertas comestíveis no fogo, a fim de a fumaça subir até eles. Separe uma porção de comida de fora, para o banquete final. Faça uma libação ("spondê", oferta líquida) de vinho, dizendo: "Gentil Zeus, Zeus Gamelios, Zeus Heraios (de Hera), belo e glorioso noivo, que trouxe liberdade à sua esposa ao libertá-la da barriga de Cronos, seu divino pai, depois a seduziu na forma de um cuco no Monte Kokkux e, no dia de seu casamento, se uniu à Rainha do Céu, sua parceira e irmã, e encontrou seu lar; Rei Zeus, deus dos juramentos, o saudamos, generoso noivo, por empreenderes essa união!” e "Linda Hera Numfeuomeni (noiva prometida), Hera Gamelia, Hera Esposa, que em seu sagrado casamento presidido por Eros se uniu em amor com o rei dos deuses e homens, que recebeu de Gaia um pomar de maçãs douradas, guardadas pelas Hespérides, e cuja lua de mel durou 300 noites; Deusa imortal, elevada pelas Horas (Estações), eres moça, mulher, noiva, esposa, e viúva. Com cada passo, o casamento e sua igualdade e dignidade são teus dons e teu domínio. Hera Zygia (a que une), a saudamos, abençoada rainha, por empreenderes essa união!" Recite os hinos órficos e homéricos para Zeus e Hera. Faça uma oferta e/ou prece pessoal a Zeus Gamelios (do casamento), Hera Gamelia (do casamento), Zeus Basileus (o rei) e Hera Teleia (a realizadora). Faça uma libação final dizendo: "Saúdo a vós, Zeus e Hera, filhos de Cronos e Réia, o mundo se rejubila com a vossa união!" Termine o ritual com uma refeição e, se possível, jogos. O menu do banquete pode incluir bife, azeitona, queijo, maçã, mel e bebidas.

---
(Alexandra)
Comments