Home‎ > ‎Artigos‎ > ‎

Novos Politeístas... Não é tão difícil

‹ Nas comunidades politeístas é inevitável encontrar uma extensa lista de vocabulários de diferentes itens historicamente usados no culto, o que pode ser intimidador para recém-chegados. Alguém que chega a religião helênica pode se sentir acuado por termos como phiales (tigelas rasas, particularmente vistas sendo usadas por Apolo), oinokhoes (vasos para libação), kylix (copos para beber) e outros. Isso para não mencionar a discussão sobre as várias formas de ícones que as pessoas usam em seus cultos. Isso pode deixar o novo politeísta não apenas intimidado, como levá-lo a crer que ele “deve” ter todas essas coisas extravagantes para começar seu culto “de verdade”.

Eu estou aqui para dizer: “não mesmo!”. A verdade é que muitos de nós politeístas que possuímos santuários/altares maravilhosos e suprimentos para prática religiosa não os conseguimos da noite para o dia. Todos têm que começar em algum ponto, e frequentemente você começa com que o tem de disponível na sua cozinha. Veja-me como exemplo, eu cultuo os deuses por aproximadamente 20 anos e só nos últimos eu pude ter estátuas e coisas do tipo. De fato, as estátuas que adquiri no último ano só foram possíveis porque eu descobri que possuo um talento especial para fazê-las eu mesma. Muitas pessoas, incluo-o me aqui, possuem pouco mais que uma foto impressa e enquadrada, uma tigela da cozinha para verter libações e velas baratas com incenso de vareta ou em cone que podem ser comprados em qualquer loja.

Na verdade mesmo depois de todo esse tempo eu ainda não tenho um oinokhoe apropriado. Isso não quer dizer que eu não queira ter um e que ele não esteja na minha lista de desejos (porque definitivamente está!), mas eu não deixo que isso seja uma pedra no caminho do meu culto. Você sabe o que eu estou usando como oinokhoe? Um copo para medição, e só. Eu o encho para vertê-lo sobre a minha shivalinga / pedra negra de Agyieus, que fica no meu phiale. Eu nem sequer tenho um phiale tradicional, mas sim uma pequena bacia de cobre que é mais ou menos da mesma forma que um phiale e menor do que aquele que se vê representado com os deuses. Meu kylix foi um presente de um amigo, e eu não o teria se não o tivessem me dado há não muito tempo. Não se sinta envergonhado por pegar uma taça de vinho (ou uma caneca, ou um copo) do armário e usá-la como seu kylix. Não se preocupe em usar o copo para medição, a jarra d’água ou o que for que você use para verter suas libações como um oinokhoe. Ou a tigela de cereal como seu phiale. Não é tão complicado ou difícil quanto aparenta.

Isso também serve para rituais em geral... Não é difícil, nem é penoso.  Parece ser um pressuposto de que a oferta regular de preces leva tempo. Eu oferto preces e incensos várias vezes ao dia e escrevo muito sobre minhas práticas religiosas no meu facebook. Fui recentemente perguntada: “o que mais você faz? Como você tem tempo para fazer isso tudo e continuar tendo tempo para as outras coisas?”. E me ocorreu, através da observação de discussões, que as pessoas tem a ideia errada de que a adoração básica toma muito tempo, o que pode ser intimidador para novos politeístas que se perguntam como arranjarão tempo para isso. Sinceramente, a maioria dos meus rituais (com exceção dos festivais maiores) raramente levam mais que 30-45 minutos no máximo. Preces simples levam menos que 15 minutos quando eu ofereço apenas uma vareta de incenso ao acaso com uma oração. Grandes festivais, entretanto, levam uma hora ou duas, mas para estes você se prepara com antecedência. No entanto, o culto diário toma pouco tempo do nosso dia... Então comece! Não se preocupe em agendar uma hora para isso, porque você vai descobrir que pode fazer um ritual pela manhã enquanto o café está coando, sem nenhum problema.

Apenas aproveite a alegria que o culto traz e melhore sua relação com os deuses. Se você não lembrar dos termos técnicos e não possuir todo o equipamento elaborado, quem liga? Eu duvido muito que os deuses observem e digam: “que espécie de oinokhoe fajuto é esse?!” Só pelo fato de ofertar e fazer preces você estará estabelecendo sua relação com Eles. Então o faça! 

(Texto escrito pela Lykeia em "Baby Polytheist... it ain't hard", traduzido por Janilson Gomes, e revisado pela Alexandra.)

Comments